Terça-feira, 22 de Março de 2011
A School Year - Capitulo 3

Irie POV

 

Verifico o telemóvel só para confirmar que mais uma vez o Fye não me tentou contactar para se certificar que levo comigo o Kurogane. Pergunto-me porque sou amigo de ambos, cada um a seu jeito é ruidoso e aparatoso, não há nada de discreto neles, às vezes parecem tão cabeças no ar, mas apesar de tudo são bons amigos, que compreendem o meu mau feitio e o respeitam. Aviso de mensagem, já estava à espera, mas desta vez o tema não é o Fye, mas antes o seu novo colega de quarto Kuran, será ele o herdeiro da corporação Kuran, umas das empresas mais bem sucedidas do país? Caminho devagar, não há pressas e ainda tenho de esperar pelo Kurogane à porta do bloco B. Confirmo as horas demasiado distraído para me aperceber de alguém que em desequilíbrio choca comigo.

"Desculpa, peço imensa desculpa... Não te vi, estava a tentar carregar tudo para dentro do dormitório e desequilibrei-me..."

"Para a próxima tem mais cuidado... Cabeça no ar", respondo-lhe irritado. Nunca tive paciência para miúdas ruidosas e descuidadas.

"Eu...Eu...Eu já pedi desculpa... Não precisavas de ser assim", responde-me já com a voz apagada e embargada, com as faces rosadas de embaraço. Viro-lhe as costas e afasto-me da porta em passadas curtas à espera que Kurogane me acompanhe. Depressa esqueço o incomodo enquanto Kurogane se queixa das suas pegas com Fye,  se não soubesse diria que eram um casal de namorados, mas é quase impossível que Fye consiga converter este rapaz.

Abro as postas da cafetaria já apinhada de gente e de burburinho, dirijo-me à pequena fila e espero a minha vez para fazer o pedido, procurando por fim uma mesa para os quatro. Sento-me frente a frente com o meu amigo e reparo numa vozinha irritante que me é familiar, mais uma vez embateu em alguém e se desfaz em mil desculpas, pensava nunca mais me cruzar com ela, mas afinal parece perseguir-me. Dou por mim a observá-la uma e outra vez procurando defeitos, uma justificação para não gostar dela, para ela me irritar apesar de nem sequer a conhecer. Nunca me dei ao trabalho de fixar tanto uma pessoa, nunca me dei ao trabalho de sequer tentar odiar tanto uma pessoa. Não sou uma pessoa muito sociável, mas tenho os meus amigos chegados e nunca dei importância aos outros, mas há algo nela que prende a atenção mesmo que aquilo que mais queira é evitar cruzar-me com ela. Costumo ver-me como um lobo solitário, focado unicamente nos meus estudos e sem paciência para trivialidades como ter namorada, mas a verdade é que por vezes me sinto só, um pensamento que me deixa inquieto e aborrecido, mas que me provoca noites de insónia. Pergunto-me como vim parar a medicina, a paciência não é uma das minhas virtudes, ou talvez seja eu é que não gosto de me mostrar muito paciente. Por natureza não sou muito afectuoso, prefiro deixar as emoções para trás preferindo ser racional. E por isso me incomoda tanto os olhares que não paro de lançar aquela rapariguinha ruidosa, aparatosa, cabeça no ar, problemática. Sim, para mim ela não representa mais que problemas, em especial um problema para a minha concentração.                      

Finalmente Fye chega trazendo consigo o herdeiro Kuran, lembro-me de ver a cara dele algumas vezes em revistas económicas, mas também daquelas cor-de-rosa que só a minha mãe consegue ler. Perdeu os pais ainda muito novo, mas quem olhar para ele não consegue ver sequelas dessa perda. Parece-me ser bem mais normais do que estes dois a que chamo amigos que só se viram agora e já estão a implicar um com o outro. Será que algum dia vão deixar de implicar um com o outro, acho que isso será pedir demais. E sem querer um sorriso involuntário se expressa na minha face por saber que estou novamente no lugar em que me sinto quase em casa.


música: Re:Deathbed - There For Tomorrow
sinto-me: ?

publicado por Morceguinha às 19:20
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
30
31


Da minha autoria
posts recentes

A School Year - Capitulo ...

A School Year - Capitulo ...

A School Year - Capitulo ...

A School Year - Capitulo ...

A School Year: Zero e Kan...

favoritos

10º Capítulo - Love Isn't...

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds